RSS

Gatos–Além da Carne

05 maio

 

Que os gatos são carnívoros, todo mundo sabe. Mas o que poucos sabem é que eles necessitam ingerir fibras e outros minerais também.

E foi pensando na saúde das minhas gatinhas recém-adotadas, Gaya e Nina, que introduzi em sua alimentação, a couve-manteiga e a abóbora.

gatosalemdacarne

Sei que muitos pensam que os gatos comem grama, somente porque eles devem estar com vermes, mas isso não é ‘toda’ a verdade.

Carboidratos e fibras são importantes para a produção de energia e uma boa digestão nos gatos.
Para obter energia imediata, o corpo do gato converte carboidratos (a energia de reserva é armazenada como glicogênio). Fibras suportam uma boa digestão e a consistência apropriada das fezes. Adicionar fibra à dieta dos gatos, melhora o trato intestinal e reduz o risco de câncer de intestino.

Gatos com mais de 8 anos precisam de rações menos calóricas e com maior teor de fibras, para garantir o controle de peso e a motilidade gastrintestinal.

Como é difícil obter o equilíbrio apropriado de vitaminas de fontes naturais, elas podem ser ministradas de forma suplementar, em paralelo à dieta normal do gato. Suplementos vitamínicos, produtos lácteos, vegetais, fígado, rins, levedura e grãos são boas fontes de vitaminas.

couve_gaya

A Couve Manteiga, é rica em cálcio, fósforo e ferro. Além da vitamina A e C.

E porque optei pela couve e não pela grama? – Além de não ter um jardim, com grama de qualidade.., porque aquelas graminhas de jardim, ou do quintal, ou da calçada na rua, podem estar contaminada com agrotóxicos e poluição. A ingestão desses “verdinhos” pode ser tóxica e, também, o que é muito preocupante, pois podem na verdade conter os vermes e parasitas, que serão ingeridos para o seu animal.

Há no mercado nacional um produto chamado Graminha para Gatos, para que os nossos amigos possam se abastecer de fibras vegetais e clorofila, sem qualquer tipo de aditivo químico.

É um potinho com tampa, dentro há sementes de aveia, sorgo, milheto e azevém, misturadas a um substrato inerte (esterilizado a 1050ºC). Basta abrir o potinho, colocar água e em 6 a 8 dias obter brotos verdes, tenros e nutritivos que eles vão adorar e devorar. Mas como ainda não comprei o potinho, optei pela couve-manteiga.

E para os incrédulos de plantão, fiz um filminho da Gaya e da Nina, comendo a couve-manteiga e a abóbora. Dei uma resumidinha no vídeo, porque elas ficaram bem uns 20 minutos mastigando.

 

Os benefícios da grama de trigo são muitos. Segundo especialistas ela apresenta a maior concentração de clorofila entre todas as plantas da terra, com mais benefícios, inclusive que a couve. Além disso, ela é muito nutritiva, facilita a absorção e queima dos alimentos ingeridos durante o dia. Os “entendidos” afirmam ainda, que ajuda a aliviar o stress, a prevenir o envelhecimento, tonificar os músculos, repor as energias e evitar doenças.

A clorofila inibe o crescimento bacteriano em feridas, combate as infecções de gengiva, de garganta e de úlceras gástricas e inflamações de intestino. É responsável pela renovação de tecidos, promove uma flora intestinal saudável e ativa enzimas para produzir as vitaminas A, E e K.

Quero aproveitar e agradecer a querida Ana Corina do Blog Mãe de Cachorro Também é Mãe, que me levou a conhecer o site do Cachorro Verde, da Sylvia Angélico e a Vanessa Fermino, de onde tirei a idéia da couve, por falta de uma grama de qualidade para as minhas gatinhas, onde vocês vão encontrar muita informação para as mães de gatos, e é claro também  para as mães de cachorros.

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s