RSS

Arquivo mensal: março 2013

PAPA FRANCISCO PEDE RESPEITO TODAS AS CRIATURAS DE DEUS

O apelo ocorreu na missa que marca o começo de seu pontificado. O papa lembrou dos ensinamentos de São Francisco de Assis. “É ter respeito por toda a criatura de Deus e pelo ambiente onde vivemos. É guardar as pessoas, cuidar carinhosamente todas elas e cada uma, especialmente, as crianças, os idosos, aqueles que são mais frágeis e que muitas vezes estão na periferia do nosso coração”, destacou Francisco.

francisco-animais

Papa pede a líderes que sejam responsáveis e evitem destruição e mortes

Dirigindo-se, como de costume, aos cardeais e fiéis chamando-os de “queridos irmãos e irmãs”, o papa Francisco apelou hoje (19) aos líderes políticos para que sejam responsáveis. Ele usou as expressões “por favor”  e “pedir” ao se dirigir aos líderes para que assumam o papel de “guardiões”, afastando os riscos de destruição e morte no mundo.

Citou várias passagens bíblicas e mencionou repetidas vezes a palavra “responsabilidade”.

“Queria pedir, por favor, a quantos ocupam cargos de responsabilidade em âmbito econômico, político ou social, a todos os homens e mulheres de boa vontade: sejamos ‘guardiões’ da criação, do desígnio de Deus inscrito na natureza, guardiões do outro, do ambiente; não deixemos que sinais de destruição e morte acompanhem o caminho deste nosso mundo”, disse Francisco.

Pelo menos 132 países enviaram delegações. A presidenta Dilma Rousseff participou da missa acompanhada por uma comitiva de ministros e assessores. Também estavam presentes 32 líderes de distintas religiões, segundo o Vaticano.

O papa reiterou ainda que há sentimentos, como o ódio, a inveja e o orgulho, que “sujam a vida”. “Lembremos-nos de que o ódio, a inveja, o orgulho sujam a vida. Guardar quer dizer vigiar sobre os nossos sentimentos, o nosso coração, porque é dele que saem as boas intenções e as más: aquelas que edificam e as que destroem”.

Para Francisco, os líderes e os que são guiados por eles não devem temer a bondade. “Não devemos ter medo da bondade, nem mesmo da ternura”, ressaltou. “Cuidar, guardar requer bondade e requer ser praticado com ternura.”

Ao ler a passagem bíblica do Livro de Romanos, o papa mencionou a necessidade de manter a esperança viva. “São Paulo fala de Abraão, que acreditou  ‘com esperança, para além do que se podia esperar’”, disse ele. “Também hoje, perante tantos momentos de céu cinzento que há necessidade de ver a luz da esperança e de darmos nós mesmos a esperança”, acrescentou.

Francisco recomendou que todos se tornem guardiões uns dos outros. Segundo ele, para por em prática o conselho é necessário assumir a sinceridade como premissa.  “É viver com sinceridade as amizades, que são um mútuo guardar-se na intimidade, no respeito e no bem”, disse ele. “Sede guardiões dos dons de Deus.”

O papa ressaltou que quando o homem falha, ele abre espaço para que forças negativas dominem. Ele citou como exemplo o rei Herodes, mencionado na bíblia, como aquele que perseguiu judeus e seus filhos.

“Quando o homem falha nesta responsabilidade, quando não cuidamos da criação e dos irmãos, então encontra lugar a destruição e o coração fica ressequido. Infelizmente, em cada época da história, existem ‘Herodes’, que tramam desígnios de morte, destroem e deturpam o rosto do homem e da mulher”, disse Francisco.

Francisco encerrou a missa com um pedido, que se transformou em sua marca. “Peço a intercessão da Virgem Maria, de São José, de São Pedro e São Paulo, de São Francisco, para que o Espírito Santo acompanhe o meu ministério, e, a todos vós, digo: ‘Rezai por mim!’ Amém”

Fonte: Jornal do Brasil

Anúncios
 

PAPA QUEBRA PROTOCOLO E ABENÇOA CÃO

 

Um labrador retriever  estava entre os primeiros privilegiados para receber uma bênção física das mãos do Papa Francisco neste final de semana.

papa-abencoa-cao (1)

O cão-guia pertence a um jornalista de rádio, que é deficiente visual. Ásia entrou no Vaticano no sábado até o vasto salão de audiências Paulo VI onde calmamente sentou-se perto de seu tutor. O pontífice agradeceu aos milhares de jornalistas de todo o mundo que foram a Roma para cobrir o conclave que levou à sua eleição como o primeiro jesuíta, primeiro não-europeu, e primeiro pontífice da América Latina.

“Enquanto eu esperava na fila para entrar na sala, os seguranças me disseram que eu provavelmente eu não teria permissão para entrar com o cão”, escreveu Alessandro Forlani em sua página no Facebook, que trabalha para a rádio RAI italiana.

papa-abencoa-cao (4)

“Mas, depois de alguns minutos, os funcionários do Vaticano me deram a luz verde e fui acompanhado por um guarda suíço para o salão de audiências. Deixaram-me sentado perto da primeira fila de assentos “, disse Forlani.

Enquanto os jornalistas faziam fila para ser recebido pelo Papa Francis – alguns realizando o “baciamano”, o tradicional beijo no anel do papa, e outros abraçando-o em abraços de urso – e foi ai que os funcionários do Vaticano se aproximaram de Forlani.

“Eles disseram que o Papa Francisco pediu para me conhecer. Como ele havia visto o cão, logo na primeira fileira, ele disse que queria nos conhecer, a nós dois, eu e Ásia “, disse Forlani.

papa-abencoa-cao (3)

Ásia caminhou no palco, brevemente cheirou o vestido branco do Papa e seus sapatos pretos e esperou pacientemente enquanto Forlani conversou com o pontífice.

“Eu pedi uma bênção para minha filha e esposa que estavam em casa”, disse Forlani ao Discovery News.

E então o Papa respondeu ao jornalista;

“E uma bênção especial para seu cão também.”

Ele quebrou as regras cerimoniais com a minha presença e com Ásia no palco e nada foi previamente arranjado “, disse Forlani.

papa-abencoa-cao-07

Em uma imagem apropriada para um papa inspirado pelo santo padroeiro dos animais, Papa Francisco abaixou-se para acariciar o cão.

O papa de 76 anos de idade, confirmou que ele decidiu levar o nome de Francisco a São Francisco de Assis.

“Ele é o homem da pobreza, o homem da paz”, disse ele.

“Ah, como eu gostaria de uma Igreja que é pobre”, acrescentou, destacando seus planos de fazer uma Igreja Católica uma instituição “dos pobres, para os pobres.”

Ele agradeceu aos milhares de jornalistas que tinham coberto a sua eleição, mas convidou-os a “sempre tentar compreender melhor a verdadeira natureza da Igreja, e até mesmo a sua jornada no mundo, com as suas virtudes e com os seus pecados.”

Ele exortou os jornalistas a procurar “bondade, verdade e beleza” no mundo e na Igreja.

Enquanto a votação formal, continuou, o Papa recordou: “Eu pensei que de guerras …. e Francisco (de Assis) é o homem da paz, e é assim que o nome entrou no meu coração, Francisco de Assis, para mim ele é o homem da pobreza, o homem da paz, o homem que ama e protege os outros. “

São Francisco de Assis, que morreu em 1226, renunciou à fortuna de sua família por uma vida de caridade e pobreza, e também é venerado por ambientalistas porque ele amava a natureza e pregou aos animais.

“Neste momento, não temos uma relação muito boa com a criação”, disse o papa.

papa_francisco_animais

Ele disse que os católicos devem se lembrar que Jesus, não o papa, era o centro da Igreja. No final de seu discurso, a mudança do italiano para o espanhol, ele também fez um gesto para os não-crentes e membros de outras religiões.

“Eu disse que estaria disposto a dar-lhe uma bênção. Uma vez que muitos de vocês não pertence à Igreja Católica e outros são não-crentes, do fundo do meu coração eu dar essa bênção silenciosa para todos e cada um de vocês, respeitando a consciência de cada um de vocês, mas sabendo que cada um de que você é um filho de Deus. Que Deus abençoe todos vocês “, disse ele.

Jornalistas, IACOPO Scaramuzzi da TMNews (Itália), contou de sua entrevista com o Papa Francisco.
“Aproveitei dizendo-lhe que como jornalista eu estava muito feliz para cobrir este acontecimento histórico e que eu apreciei o seu conselho para cobrir bondade, beleza e verdade.

Ele me disse: ‘Eu sugiro que os três juntos, porque a beleza não é suficiente, a bondade não é suficiente, e na verdade não é suficiente. “

Hoje o Papa distinguiu entre crentes e não-crentes, mas agradeceu e abençoou-o mesmo por seus esforços.

Leia também: Papa Bento XVI e seu grande amor pelos gatos

papa_bentoXVI-gatos

.

 

Ativistas salvam cães que virariam jantar na China

Resgate aconteceu depois da denúncia de um motorista

Ativistas salvaram dezenas de cachorros se tornariam jantar em restaurantes na China.

As imagens são fortes e mostram como os animais resgatados estavam em condições desumanas

resgate-caes-china-01

As imagens chocantes foram mostradas pelo jornal inglês Daily Mail e impressionaram o mundo.

resgate-caes-china-02 resgate-caes-china-03

Os animais estavam em condições precárias. Os cães foram encontrados amontoados dentro de pequenas gaiolas na caçamba de um caminhão

resgate-caes-china-04 resgate-caes-china-05

Os ativistas chegaram até os animais depois de ler uma denúncia feita através de um rede social chinesa. Um motorista passou a localização do caminhão e comentou as condições precárias dos cães

resgate-caes-china-06

Policiais foram chamados e pararam o caminhão irregular em uma praça de pedágio.

O caminhão foi apreendido e levado para uma delegacia. Logo os animais começaram a receber ajuda de voluntários apaixonados por animais.

Apesar de muitos animais já estarem mortos, os ativistas conseguiram ajudar muitos cães a se recuperar.

resgate-caes-china-09

resgate-caes-china-07

O transporte irregular e o consumo de animais na China vêm sendo discutido há algum tempo. Os ativistas querem o fim desta prática cruel.

resgate-caes-china-08

 

Fonte e Fotos: The Daily Mail

 

Cachorreiras de Manaus salvam Gata e filhotes

O triste caso ocorrido em Janeiro/13, veio á tona através de um vídeo que flagrava um homem que aparentava matar um gato à mordidas.

ong-pata

O material foi gravado no município de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus) pelo cineasta amazonense Zeudi Souza. De acordo com ele, a postagem é ‘uma forma de chamar atenção das autoridades competentes para que tomassem providências’

No entanto foram duas defensoras dos direitos dos animais, Joana D´Arc Cordeiro e Erika Schloemp, da ONG PATA de Manaus (patamanaus@gmail.com), que resgataram o animal. Junto com a gata, foram resgatados também seus seis filhotes. A gata apelidada de Irandubinha.

De acordo com Erika, a gata atacada pelo pedreiro Mauro Neves Rodrigues de Souza, 42, tem um ferimento no pescoço. Aparentemente o local está inflamado. Os filhotes dela foram resgatados em uma barraca da feira de Iranduba. Eles estão com secreção nos olhos por isso precisarão também ser examinados pelo veterinário. Os animais foram levados para receber atendimento médico na Clínica Veterinária de Manaus.

Outra luta será conseguir recursos para custear o tratamento. Após a recuperação da gata e de seus seis filhotes, os animais serão colocados para adoção.A ONG PATA, como todas as outras ONG’s de proteção animal no Brasil, NÃO RECEBE NENHUMA AJUDA GOVERNAMENTAL, depende de doações e colaboração das pessoas.

Segundo a líder do grupo Cachorreiros de Manaus, Erika Schloemp, o número de casos poderia ser maior, mas muitas situações de maus-tratos não são denunciadas e sequer chegam ao conhecimento da polícia e de associações de proteção animal. A grande dificuldade para denunciar é o medo. Pessoas que são testemunhas têm medo de denunciar os vizinhos ou conhecidos, temendo represálias.

Mesmo com o esforço dos defensores, nem todo caso de maus-tratos pode ser atendido. A principal queixa dos grupos é a falta de uma delegacia e promotoria especializada em fauna que poderia reduzir o número de agressores que ficam impunes e até a mortes de animais.

Depois de um abaixo-assinado que reuniu mais de 5 mil assinaturas, entregue para diferentes órgãos na cidade no ano passado, a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) apresentou requerimento para a criação da Delegacia Especializada em Crimes contra a Fauna e uma Promotoria de Justiça em Defesa da Fauna. O procurador-geral do Ministério Público Estadual (MPE), Francisco Cruz, chegou a se reunir com as ONGs para tratar da criação dos órgãos, mas a discussão não avançou. Os grupos estão preparando um novo documento para recomeçar a luta.

A repercussão do caso

Reunião – Criação do Conselho Municipal de Proteção aos Animais

A presidente da Organização Não Governamental (ONG)“Cachorreiros de Manaus” Érika Schloemp disse que somente a criação do Conselho Municipal de Proteção aos Animais poderá concentrar de forma eficaz os crimes contra os animais e problemas de saúde pública, relacionados a eles. “Fico feliz de saber que agora finalmente a proposta do conselho está andando”,completou.

As estatísticas de animais abandonados no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e vítimas de maus tratos foram os principais assuntos discutidos em uma reunião realizada para debater a criação do Conselho Municipal de Proteção aos Animais.

Segundo o diretor do CCZ, o médico veterinário Francisco Zardo, em média, 600 animais, entre cachorros e gatos, são deixados pelos próprios donos no departamento a cada 30 dias. “Os motivos do abandono incluem: viagens, mudança de residência e, em alguns casos, o dono admite que simplesmente deixou de gostar do animal. Infelizmente, a maioria adoece e temos que aplicar a eutanásia”, disse Zardo.

Já o representante do Batalhão Ambiental, sargento Ruy Baraúna, informou que o órgão recolhe por dia dois animais, entre cachorros e gatos, vítimas de maus tratos, o equivalente a 60 animais por mês. “Chegamos aos locais através de denúncias e verificamos que os animais são agredidos ou ficam sem se alimentar por dias nas casas dos próprios proprietários”, afirmou.

foto_01
Reunião apresentou estatísticas de animais abandonados no Centro de Controle de Zoonoses

(Foto: Divulgação/PC AM)

Os representantes do Batalhão Ambiental e do Centro de Zoonoses defenderam a criação do Conselho Municipal de Proteção aos Animais. “O conselho poderia ajudar a definir quem de fato seria o responsável no município pela fiscalização dos casos de maus tratos, questão que até hoje não foi definida no município”, afirmou.

De acordo com informações da Câmara Municipal de Manaus (CMM), o próximo passo para a criação do conselho ocorrerá com a realização da audiência pública sobre o tema no mês que vem na Câmara Municipal de Manaus.

Fontes: G1, A Critica, Facebook,

erika-marli

Beijos saudosos e muita força Erika Schloemp, sou sua fã.

 

Macacos ignoram gente egoísta

Pois é, até eles sabem diferenciar gente ruim e gente boa.

mural_animalp02

E melhor: não dão a menor bola para as pessoas egoístas.

Entre os macacos-prego é assim que funciona (eles foram escolhidos para o estudo) justamente porque têm instintos altamente sociais e cooperativos). Numa situação simulada, sete macacos observaram uma cena entre duas pessoas. A situação era essa: um dos homens tentava abrir um pote de vidro, sem sucesso, e pedia ajuda ao colega do lado.

Alguns se recusavam a ajudar, enquanto outros davam uma mãozinha. Em seguida, todos os voluntários ofereceram comida aos macacos. E eles preferiam aceitar o agrado de quem ajudou ou pediu ajudapegar comida dos egoístas só em último caso, quando não havia outra opção.

mural_animalp01

Os pesquisadores não sabem ao certo como os macacos veem e analisam o comportamento humano. Mas especulam que, quando alguém se recusa a ajudar, os bichos veem a negação como um sinal de um comportamento perigoso e negativo. Aí preferem manter distância.

papa-animais

Não é legal? E você achou que era o único animal capaz de julgar o comportamento dos outros, hein.

Fonte: SuperInteressante