RSS

Arquivo mensal: abril 2013

Erva do gato estimula sentidos do felino e não vicia

 

À venda em lojas de plantas ou petshops, pode ser adquirida na forma de planta, sementes, erva desidratada e spray. Com diversas propriedades medicinais a erva é analgésica, calmante, estomáquica, expectorante e sedativa. Sua utilização é extremante natural e saudável.

ervadosgatos2

Muitas pessoas podem pensar que a erva do gato podem deixar o animal fora de si, com comportamento alterado e se tornar um viciado, mas a erva é recomendada por muitos veterinários e criadores que apoiam a utilização da erva em diversas situações, já que não causa efeitos colaterais.

Conhecida cientificamente como Nepeta Cataria, a erva faz parte da família das hortelãs. Popularmente, a erva gato também é a erva-gateira, erva-gato, catnip, catmint (inglês) e neveda dos gatos. Em suas folhas existe uma substância chamada Neptalactone, que age no cérebro do animal. Para ser oferecida aos gatos, a erva passa por um processo de desidratação que preserva o seu odor. Em seguida ela pode ser acondicionada em diversas opções de brinquedos, como os ratinhos de feltro, novelos de lã e até mesmo dentro das almofadas onde os gatos descansam. Os benefícios da erva também incluem o alívio de stress e ensina os gatos a utilizar os seus brinquedos.

Se colocar um pouco da erva do gato desidratada no arranhador, por exemplo, o gato passará a afiar as unhas no brinquedo, esquecendo o sofá e outros móveis que não trarão a mesmas sensação de relaxamento. O uso correto da erva acostumará o gatinho a afiar as unhas no lugar certo e o ensinará a brincar com os seus próprios brinquedos. Após brincar bastante, o animal irá relaxar dormindo por bastante tempo para repor todas as energias.

ervadosgatos01

Originada na Europa e na Ásia, logo foi para o Japão e para a América do Norte, tornando-se comum. Seu cultivo pode ser feito em casa e seu tamanho pode chegar até 50cm. O mais recomendado é o seu cultivo em adubos químicos, para o sabor da planta ser mais intenso. Cerca de 80% dos felinos reagem à planta, incluindo leões, onças e inclusive os gatos. O odor exalado pela planta é percebido pelo órgão da Jacobson, que fica no cérebro do gato, por exemplo, estimulando o seu instinto predador.

Como a reação a planta é herdada geneticamente, alguns gatos são imunes ao seu efeito, enquanto outros têm uma reação maior, geralmente os machos. Os gatos em idade reprodutiva, após os seis meses também são mais sensitivos a erva do gato. Sua reação dura apenas alguns minutos e contribui para a saúde geral dos gatos e gatas permitindo que eles continuem brincalhões durante anos de vida.

Para que a erva tenha efeito sobre o animal é preciso que a essência das folhas seja liberada. Por isso que muitos pets tentam morder, mastigar e rolar sobre ela. A recomendação é que seja dada ao animal uma porção pelo menos duas vezes por semana.

Vale lembrar que a erva gato é uma droga terapêutica, sem nenhum efeito tóxico e dependência física e química. Procure sempre comprar o produto em lojas confiáveis e dê preferência a ervas sem agrotóxicos, cultivadas no Brasil.

Fonte: http://petmag.com.br

PS: Além de achar a informação muito útil…fiquei surpresa em saber que era da família da hortelã, além de ser uma plantinha prá lá de bonitinha….Achei também um site que vende as sementes e já encomendei as minhas, agora é esperar chegar, plantar, e depois eu conto…

gaya-jardimvertical

Usos: A catnip pode ser empregada de diversas formas: com as folhas frescas, pode-se fazer uma salada ou uma infusão – acredita-se que a erva alivia a insônia e a hiperatividade. Com as folhas secas, é possível fazer uma almofada para o seu gato — ele vai adorar! Recentemente cientistas da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, descobriram mais uma das propriedades da catnip: repelente de baratas.

Descrição: Planta perene, a catnip é originária do Mediterrâneo. É considerada antiácida, tônica e cicatrizante, entre outros. Também é usada em cataplasmas contra a artrite e o reumatismo. A curiosidade é que essas propriedades medicinais só estão ativas no verão. Os gatos se sentem atraídos pelo óleo aromático que a catnip exala para espantar os insetos que se alimentam dela. Todavia, esse mesmo aroma é inebriante para os gatos, que ficam literalmente embriagados com ele. Por isso eles se esfregam nas plantas incontrolavelmente, pois quanto mais eles fazem isso, mais a planta se “machuca” e libera a substância aromática. Aproveitando-se do poder de atração da erva sobre os gatos, os proprietários de gatos costumam esfregar a catnip em algum pedaço de madeira nos quais eles queiram que seus animais afiem as unhas.

Fonte: http://gardenmania.com.br/products/sementes-de-catnip-%252d–a-erva-dos-gatos-%23-nepeta-cataria-%23.html

Anúncios
 

RJ – DOBLO ROUBADA C/ ANIMAIS ANESTESIADOS

Uma protetora teve roubada sua doblo cheia de cães e gatos. O roubo foi em PILAR (DUQUE DE CAXIAS/RJ).

animais_doblo

SE VOCÊ VIU DENUNCIE PRECISAMOS LOCALIZAR OS ANIMAIS.

FORAM CASTRADOS ESTAVAM VOLTANDO PARA CASA AINDA ANESTESIADOS.

COMPARTILHEM ELES CORREM RISCO DE VIDA PRECISAM SER MEDICADOS E ficar EM REPOUSO.

Protetora Victoriosa Guerreira Dos Santos !!! VAMOS AJUDA-LA!

 

Cão Vermelho o filme

 

Uma história de determinação, amizade e companheirismo é contada através do filme Cão Vermelho (Red Dog-2011). A história de um cachorro da cidade de Dampier, uma pequena cidade da Austrália povoada por mineradores de todas as partes do mundo.

 

reddog (2)

A trajetória do cão foi relatada por um escritor chamado Nancy Gillespie, que através de relatos e entrevistas de todas as pessoas pode compor o seu romance “Red Dog”, que foi depois adaptado para o cinema recentemente.

Sozinhos, truculentos e afastados de suas casas, esses homens foram para lá em busca de dinheiro. Até que surge um cão vermelho na cidade , cheio de atitude e decidido, que cativou todos no local. Uma de suas principais habilidades era pedir carona. E quando alguém decidia dar carona, não tinha jeito: Cão Vermelho sempre exigia novamente seus préstimos, na hora em que ele mesmo decidia.

reddog-(6)

Red Dog aparenta ser uma história real com um sabor diferente de drama, firmando a certeza de que não é apenas um filme pegando a onda de histórias reais de animais. Mas não deixa de nos fisgar pela engraçada, emocionante e profunda história de um cão da raça Kelpie Australiano que viveu na região de Pilbara (oeste da Austrália) desde 1971.

Red Dog (Cão Vermelho) ganhou esse apelido pelos membros das comunidades que ele frequentava por causa da poeira vermelha da oeste australiano, e foi “adotado” por muitas pessoas desde então, incluindo uma veterinária que passou a cuida-lo, e também feito membro de várias instituições, incluindo a União de Transportes da Austrália.

reddog-(7)

Até que um dia John chegou em Dampier para ser motorista do ônibus dos mineradores. Sabendo da petulância de Vermelho, ele relutou até onde pode para não lhe dar carona. Só que Vermelho o escolheu como dono e conquistou o direito de andar no primeiro banco, com muita insistência. Até o dia em que teve que dividir o banco com Nancy a nova secretária da mineradora, que também fisgou o coração de John.

Depois de passar a noite com ela, John nunca mais voltou.

Desde que o seu segundo dono, um caminhoneiro chamado John Stazzonelli morreu, em 1975, Tally Ho (o nome original do cão) passou a andarilhar por conta própria pelo desértico outback australiano em busca do seu primeiro dono: Colonel Commings, e iniciou sua busca por todo o país, transformando sua história numa lenda.

Red chegou a ter até uma conta bancária, e após sua morte ganhou uma estátua na cidade de Dampier, onde ele costumava aparecer bastante.

reddogposter2 reddogposter

Essa aventura canina de como um cão pode mudar e tocar a vida de comunidades inteiras foi contada por Kriv Stenders de uma forma muito divertida, carregada de lições de vida e merece ser vista, e caso você tenha se apaixonado pelo drama Hachiko, Sempre ao Seu Lado, você certamente não vai poder perder o filme Red Dog.

Site oficial: http://www.reddogmovie.com/

Quem quiser ver o filme pelo youtube, aqui a versão completa dublada (só precisar fechar todas as janelas que aparecem no começo como se fosse legenda)

Filhote permanece ao lado da mãe carbonizada

Imagem chocante de um filhote de cachorro ao lado dos restos carbonizados de sua mãe.
filhote_myanmar
Abaixo o relato do fotógrafo que capturou a imagem enquanto documentava confrontos em Mianmar.
“Quando entrei através das áreas queimadas das aldeias, vi esta cena que partiu meu coração.
Antes de tirar as fotos, perguntei aos moradores se alguém poderia adotar o cachorrinho. Ninguém podia, pois todos estavam com muita dificuldade após toda a violência sofrida pelos combates. Então, eu larguei todas as minhas câmeras, e fitei o cão sentado que tinha em seu olhar o mais profundo pesar e tristeza, e dentro dele sei que ele tinha um choro dentro dele.
Eu tirei as fotos. Depois eu acariciei sua cabeça … E ele lambeu minhas mãos … Quando chegou a minha hora de partir, eu estava prestes a levar o filhote  para o meu hotel, mas depois veio um homem da cidade muito amigável que viu que eu estava observando o cachorro. Ele disse que iria levar o filhote para o mosteiro da aldeia. Em Mianmar, os mosteiros são, provavelmente, os lugares mais tranquilos lá. Eu acho que isso que me aconteceu, de encontrar esse filhote e saber que ele iria para um lugar seguro, foi uma das melhores coisas que me aconteceu.
Pequenas ações para alguns, podem significar a diferença entre a vida e a morte para os outros.
Quantas vezes nos deparamos com animais abandonados na rua, quantas dessas vezes vemos nos olhos um pedido por um abrigo, um afago. Essa imagem, é muito triste de ver, mas por um momento imagine ter que viver assim diariamente, implorando com seu olhar por alguém que compreenda sua dor e o auxilie.
Portanto, não ignore os animais de rua, vamos ajudá-los, dar-lhes alguns minutos de amor, dar-lhes abrigo.
Vamos espalhar fotos para as redes sociais para encontrar lares para estes animais. Para nós isso é algo simples e é um ato de compaixão, mas para os animais abandonados isso significa a diferença entre a vida e a morte.

Jamais creia que os animais sofrem menos do que os humanos. A dor é a mesma para eles e para nós. Talvez pior, pois eles não podem ajudar a si mesmos. (Dr. Louis J. Camuti)

vira-lata

Seja a mudança que você quer ver no mundo. (Dalai Lama)
Fonte: infobae.com

 

Trinta bebês Orangotangos Resgatados

 

Trinta bebês orangotangos foram resgatados após terem sido encontrados vivendo em cabanas numa floresta na ilha de Bornéu, no sudeste asiático.

orangutan

Segundo a ONG International Animal Rescue, os bebês primatas viviam em condições de risco após seus pais terem sido mortos por caçadores e a floresta que servia como seu habitat ter sido devastada.

Eles foram levados para um centro de tratamento e tiveram que ser transportados com a ajuda de carrinhos de mão.

Orangutans

Roger Allen Norte Agência Imagem Downs

Os orangotangos estão entre as espécies que enfrentam maior risco de extinção no mundo e acredita-se que haja menos de 50 mil deles no mundo atualmente.

Os bebês de Bornéu foram salvos de um destino cruel pela ONG International Animal Rescue, que agora tem um novo abrigo com 64 hectares de terra.

orangutans-2

Conheça os órfãos orangotangos de Bornéu sendo levados para uma nova vida.

Cada um desses bebês viu sua mãe ser morta por caçadores. Traumatizados e sozinhos, os bebês foram pegos para serem explorados como animais de estimação.

Acorrentados e com fome, ficaram desnutridos e propensos a doenças, eles foram definhando nos barracos e galpões, onde foram guardados e ali eles eram cutucados com varas e alguns foram até queimados com cigarros.

Todos teriam morrido ainda jovens ou ficariam demasiadamente estressados e acabariam morrendo de infarto, se a  ONG International Animal Rescue, não tivesse vindo auxilia-los.

article-2304811-190A1850000005DC-731_306x445 Karmele Llano Sanchez, diretor executivo e veterinário-chefe do centro, disse: “Há 30 bebês, órfão quando a floresta foi derrubada para fazer plantações de óleo de palma e suas mães foram brutalmente assassinados. Alguns ainda têm feridas de facão. Mas eles agora estão fora de perigo. ”

Muito inteligentes, extremamente sensíveis, os cuidados necessários para preparar esses bebês para voltarem a ter uma vida na natureza é intenso e emocionante.

Embora as suas feridas físicas possam ser curadas, os estragos mentais de testemunhar a morte de suas mães são profundas.

Os bebês incluem Rickina – uma pequena fêmea de orangotango com de cerca de um ano de idade, tendo a cicatriz de uma ferida de facão na testa, quase certamente contando a história de como sua mãe foi cortada e morta quando seu bebê foi tirado dela.

Rickina está abaixo do peso e do tamanho para a idade dela. Depois de um dia de escalada e brincando na floresta, ela é trazida para ser alimentada com mamadeira e dorme dentro de casa durante a noite, com uma fralda para mantê-la longe de infeções.

Ela abraça até um brinquedo grande e macio para dar-lhe o conforto e o calor que ela não tem mais de sua mãe.

Rocky é ainda menor do que Rickina e é seu grande amigo. Eles brincam juntos e se agarram com força um ao outro em momentos de estresse.

orangutan4 Eles são levados em carrinhos de mão porque orangotangos não conseguem andar por muito tempo. Os Orangotangos passam 90 por cento do seu tempo nas árvores.

Eles não são projetados para andar. Seus pés são como suas mãos, são capazes de armazenar alimentos e ajudá-los a subir. Andar na terra é estranho e desconfortável para eles. Esquadrões especiais de babá voluntárias cuidam deles 24 horas por dia.

Alan Knight OBE, chefe-executivo—da ONG International Animal Rescue, disse: “Para cada bebê orangotango no abrigo, um orangotango mãe morreu, para não mencionar todos os machos que também devem ter sido mortos.

Para saber mais sobre os orangotangos visitar www.internationalanimalrescue.org

orangutan5

Além da gradual destruição das florestas que servem como seus habitats, a caça e o tráfico também ameaçam a sobrevivência dos orangotangos.

Fontes: International Animal Rescue, Daily News, BBC

 

Vinte Anos em Defesa dos Animais

Uma comemoração do brilho que a ONG FALA BICHO irradia por sobre todos os animais.

20-gritodobicho

Parabéns Sheila Moura, tudo o que eu disser vai ser sempre pouco, perto do tanto que você já fez e sei que ainda fará pelos animais e também pelas pessoas.

Eternamente, sua fã!